sexta-feira, 1 de maio de 2015

VEJAM ISTO

111111111111111111111111111111




NOTAS DO ESTADO

XARADINHA
Em um conhecido município da Grande Natal nem tudo que parece é. E as aparentes definições, apenas mostram que o fator complicador se agravou.
PREFEITO
A movimentação do deputado estadual George Soares (PR) mostra que ele deve mesmo entrar na disputa para Prefeitura de Assu.
CONCORRENTE
Por outro lado, o empresário Patrício Júnior deverá mesmo ser o candidato apoiado pelo prefeito assuense, Ivan Júnior.
ENCONTRO
A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte promoverá encontros regionais. O projeto do prefeito Francisco José Júnior começará pela região da Costa Branca. Na pauta do debate os portais da transparência e as previdências próprias dos municípios.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

QUEM FOR CAMPEÃO LEVA

Screenshot_2015-04-28-18-52-17-1

TROFÉU JUVENAL LAMARTINE



COMENTÁRIO



ESTAMOS ASSISTINDO A UMA DISPUTA ENORME DO GOVERNO DO ESTADO E A PREFEITURA MUNICIPAL DE CEARÁ-MIRIM PELA CONSTRUÇÃO DE UM PRESÍDIO EM NOSSO MUNICÍPIO.

ENQUANTO A POPULAÇÃO CLAMA PELA NÃO CONSTRUÇÃO DO APARELHO PÚBLICO NOS ARREDORES DA CIDADE, AO QUAL AFETARÁ CONSIDERAVELMENTE A JÁ TÃO SOFRIDA ECONOMIA TUPINIQUIM, OS POLÍTICOS BRIGAM PELA VELHA FATIA DE PODER ELEITORAL NA CIDADE.

TODA A IMPRENSA NATALENSE É TOTALMENTE A FAVOR DA CONSTRUÇÃO DO PRESÍDIO EM NOSSA CIDADE.
CLARO QUE SÃO A FAVOR, NÃO É NO QUINTAL DELES QUE SE JOGARÃO OS MAIS PERIGOSOS DELINQUENTES DO ESTADO.

PRECISAMO É PRESSIONAR O GOVERNADOR ROBINSON FARIA, QUEM EM SUA CAMPANHA POLÍTICA, AO LADO DA IGREJA MATRIZ DE NOSSA CIDADE, FOI ENFÁTICO AO AFIRMAR QUE CEARÁ-MIRIM PRECISAVA DE UM DISTRITO INDUSTRIAL E NÃO UM PRESÍDIO.

NÃO PODEMOS CESSAR AS BANDEIRAS POLÍTICAS E NEM MUITO MENOS AS PARTIDÁRIAS, HAVEMOS DE NOS UNIRMOS, CADA UM COM SUA AGREMIAÇÃO PARTIDÁRIA E SUA IDEOLOGIA, SAIR ÀS RUAS E EXIGIR DO GOVERNADOR SUAS PROMESSAS DE CAMPANHA.

POIS COMO SABEMOS O RESULTADO FINAL DESTA PELEJA SERÁ USADO NOS PALANQUES ELEITORAIS DA PRÓXIMA CAMPANHA POLÍTICA.



NÃO EXISTE ALTERNATIVA

Wilkie não vê amparo legal em decreto que anulou doação


NÃO HÁ PLANO 'B' PARA CONSTRUÇÃO DO PRESÍDIO


Sem dispor de outro terreno, além de não ter traçado um  plano paralelo, o Governo do Estado não tem solução imediata para viabilizar a construção da Cadeia Pública de Ceará-Mirim. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) tentará reverter a decisão constante no Decreto nº 2.343/2015, assinado pelo prefeito de Ceará-Mirim, Antônio Peixoto, que revogou todos os atos administrativos relativos à doação do terreno à Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc), para o qual foi projetada a unidade prisional. A PGE tentará fazer, em aproximadamente dois meses, o que não fora feito em dois anos: regularizar a titularidade do terreno, com lavratura de escritura e título de posse em nome do Rio Grande do Norte, com registro em cartório.

O procurador-geral do Estado, Francisco Wilkie Rebouças, mesmo sem conhecer o conteúdo integral do Decreto, definiu a atitude do prefeito Antônio Peixoto como “absurda”. “Eu ainda não vi os termos do Decreto. Mas acho que é um tremendo absurdo. Nós vamos judicializar, se preciso for. Do meu ponto de vista, esse Decreto não tem amparo legal ou jurídico. O prefeito tomou uma atitude arbitrária”, frisou o procurador-geral. Antes disso, porém, o processo de doação do terreno de aproximadamente 70 mil metros quadrados, localizado na Comunidade do Riachão, ainda terá que ser localizado nos arquivos da Procuradoria Geral do Estado. 

O procurador Francisco de Sales Matos, que respondia como procurador-geral do Estado à época da doação do terreno via Lei Municipal nº 1.502/2009, assinada pela então prefeita de Ceará-Mirim, Edinólia Melo, confirmou que o processo não foi devidamente acompanhado pela PGE, tendo sido, provavelmente, doado a partir de decisões políticas. “O imóvel não foi entregue à Procuradoria. Deve ter sido entregue ao Executivo Estadual. Não foram encontrados os registros de transmissão da propriedade para o Estado do Rio Grande do Norte”. Ele confirmou, ainda, que o Estado não dispõe de nenhum outro imóvel na Região Metropolitana com área suficiente ou similar à de Ceará-Mirim para  a construção de uma unidade prisional para 603 vagas.

Sob a argumentação de inconsistências de natura formal e material, o procurador Francisco de Sales Matos comentou que o “dito Decreto revoga atos ou termos de cessões que o Executivo não sabe se foram  praticados. Ou seja, revoga o nada”. Entretanto, no processo impetrado pela Sejuc para obtenção da Licença Simplificada para construção do empreendimento, em outubro de 2013, consta uma cópia do Termo de Cessão de Uso de Bem Imóvel, assinada pelo prefeito de Ceará-Mirim, Antônio Peixoto. Na Cláusula Sétima do documento, consta a seguinte informação: “É lícito às partes, decorrido o período de 24 meses, caso não seja cumprido o objeto (no caso a construção do presídio), a rescisão unilateral deste contrato, desde que haja prévia notificação, por escrito, com antecedência mínima de 30 dias”. 

Licença Ambiental

A construção da Cadeia Pública de Ceará-Mirim está licenciada, através de uma Licença Simplificada emitida pelo Idema/RN. O documento, datado de fevereiro de 2014, é válido até o mesmo mês do ano de 2017. Conforme dados do projeto executivo, a penitenciária ocupará uma área de 5,7 mil metros quadrados, equivalente à metade de um hectare. 


DEPUTADO FELIPE MAIA

Crise hídrica no RN pauta reunião da bancada nesta quarta-feira


A bancada federal do Rio Grande do Norte vai participar de reunião na quarta-feira (29), às 16h, com o presidente do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), Walter Gomes. Na sede da instituição em Brasília, a pauta será a crise hídrica do estado, em especial dos municípios de Currais Novos e Acari.

De acordo com o coordenador da bancada, deputado federal Felipe Maia (DEM), o encontro visa buscar alternativas emergenciais para atender a população abastecida pelo Açude Gargalheiras, que está com apenas 2% de sua capacidade total. “Vamos ao Dnocs em busca de soluções para garantir o abastecimento de água em todo o estado, e em especial do Seridó”, disse.

Fecomércio/RN

Antes, a bancada potiguar ainda participará de encontro com integrantes da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio/RN). O intuito da reunião é mostrar o trabalho realizado pelo Sistema em todo o país.



ARTIGO

VEREADOR LUCIANO MORAIS

Bom dia meu caro Adriano

QUERO DENUNCIAR A FARSA DA CONSTRUÇÃO DO PRESIDIO EM CEARÁ-MIRIM

Deixemos de lado as questões politica e sociais e vamos para legalidade. O citado terreno onde supostamente vai ser construído o presidio ele existe??? NÃO.

Primeiro esse terreno nunca foi do município e muito menos houve qualquer desapropriação do mesmo, a câmara municipal neste período ou em período passado nunca aprovou qualquer tipo de sessão deste imóvel para ser doado ao estado (sessão e doação de qualquer bem deste município tem que passar pela câmara para sua aprovação ou não) e pior ainda, o terreno supostamente pertence a um posseiro que nem escritura publica existe, com isso todos os documentos emitidos pela prefeitura de Ceará-Mirim são mentirosos e falsos, informo que tenho todos documentos que comprovam as nossas informações que inclusive já se encontra no TCU uma denuncia formalizada pela minha pessoa sobre essa farsa desse projeto.

Luciano Morais, vereador de Ceará-Mirim/RN 



terça-feira, 28 de abril de 2015

PESAR EM CEARÁ-MIRIM


CEARÁ-MIRIM PERDE DEDÉ CABELEIREIRO

Faleceu na manhã desta terça-feira, o grande profissional da tesoura, José Miranda da Silva, conhecido por todos como Dedé Cabeleireiro. Foram muitos os cearamirinenses que, durante vários anos, frequentaram o seu salão. Nosso sentimento de pesar à família enlutada.


OUTRA GRANDE PERDA

Ceará-Mirim acaba de perder também Dona Santa, da tradicional Lanchonete Zero Hora. Sua inconfundível torrada, saborosa vitamina e seu cortês atendimento, eram marcas registradas.
Nosso sentimento de pesar à sua família.



EM NOSSA DEFESA


KELPS PEDE PARA GOVERNO NÃO IGNORAR O SENTIMENTO POPULAR DE CEARÁ-MIRIM 

 
O deputado Kelps Lima defendeu na Assembleia Legislativa que, ao invés de construir um grande presídio em Ceará-Mirim, trazendo medo à população, o Governo do Estado deve planejar construções de pequenas cadeias públicas, espalhadas em vários municípios, para dificultar a formação de grandes cadeiões, repletos de problemas e "inadministráveis".

Kelps não concorda com a construção de um grande presídio em Ceará Mirim “ou em qualquer outro município do RN”.

 Para o deputado, a solução ideal são pequenas cadeias públicas, muito mais facilmente administradas e menos propensas à superlotação, que é o pior problema na ponta do sistema penitenciário.

“O Governo não pode ignorar o sentimento da população de Ceará Mirim, que está radicalmente contra a construção de um grande presídio na cidade. Ao invés de forçar uma questão judicial, o que só vai atrasar as obras e provocar a perda dos recursos federais, o Governo deve exercitar o diálogo e, entre outras coisas, discutir compensações para que o município aceite uma cadeia pública menor, que poderá abrigar os presos da própria região”.



FUTEBOL 2015

FINAL DO ESTADUAL SERÁ NO SÁBADO



A Federação Norte-riograndense de Futebol (FNF ) definiu que a partida final do Estadual, será realizada no sábado (2), às 16h, no estádio Frasqueirão. O duelo, anteriormente, estava agendado para o domingo (3). Na quarta-feira (29), o primeiro confronto na Arena das Dunas, 19h45.

Para quarta-feira, foi sorteado e escalado o árbitro paraense, da FIFA, Dewson Fernando Freitas da Silva, tendo como assistentes os potiguares Ubiratan Bruno Viana e Francisco Jailson da Silva, ambos do quadro da CBF.

Site FNF



CEARÁ-MIRIM MERECE

DEPUTADO ESTADUAL E PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DOS DEPUTADOS, EZEQUIEL FERREIRA COMPARECEU A AUDIÊNCIA PARA DISCUTIR A CONSTRUÇÃO OU NÃO DO PRESÍDIO EM CEARÁ-MIRIM.

SENDO O DEPUTADO MAIS VOTADO EM NOSSA CIDADE, SERIA ÓBVIO A DEFESA DA NÃO CONSTRUÇÃO DO APARELHO PÚBLICO EM NOSSA CIDADE.

MAS O PRESIDENTE-DEPUTADO FICOU, LITERALMENTE EM CIMA DO MURO, LIMITANDO-SE A ELOGIAR A AUDIÊNCIA E ENALTECEU A BUSCA PARA SOLUÇÃO DO PROBLEMA.

REALMENTE CEARÁ-MIRIM MERECE TER VOTADO NUM DEPUTADO DESTE.

QUANDO MAIS SE PRECISA DE UMA OPINIÃO FIRME NA DEFESA DOS CEARAMIRINENSES ESTE SENHOR FICA EM CIMA DO MURO E NÃO DEFENDE A TERRA DO SAUDOSO ROBERTO VARELA.

ANOTEM O NOME DESTE CIDADÃO SENHORES LEITORES.



NOTAS DO ESTADO

ANIVERSÁRIO
Na festa de aniversário do Midway Mall ontem muitos políticos. O deputado estadual Galeno Torquato (PSD) foi um dos primeiros (com mandato) a chegar.
SAÍDA
O presidente da Potigás, Beto Santos, deixou o teatro acompanhado do governador Robinson Faria. Acompanhados das suas esposas, os dois foram os últimos a deixarem o teatro, isso porque ao final do espetáculo foram ao camarim do cantor Fagner (atração principal da noite).
CANDIDATO
Pelos lados do alto empresariado há um nome que planeja entrar na disputa em 2016 e pelos lados do Oeste.
I S S
O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado, acredita que um dos diferenciais para atrair a instalação do hub da TAM para o novo aeroporto potiguar é o ISS. “Em Recife e Fortaleza o ISS é de 5%, mas aqui já temos aprovado o incentivo do ISS de 2%”, destacou.
CAFEZINHO
A Câmara Municipal de Macau gastará quase R$ 34 mil para compra de água, açúcar, café, copo plástico e material de limpeza. Contrato assinado com a empresa Francisca Rejane Silva de Moura – ME.

PRESÍDIO EM CEARÁ-MIRIM

PREFEITO DE CEARÁ-MIRIM REVOGA ATO DE DOAÇÃO DO TERRENO PARA CONSTRUÇÃO DO PRESÍDIO


A Cadeia Pública de Ceará-Mirim, com data de início de construção anunciada pelo Governo do Estado para o próximo dia 30 de junho, corre o risco de, mais uma vez, não sair do papel. O prefeito da cidade, Antônio Marcos de Abreu Peixoto, revogou a Lei Municipal nº 1.502, de 29 de maio de 2008, que oficializou a doação ao Governo do Estado de um terreno de 20 mil metros quadrados, onde seria construída a unidade prisional. Com a revogação,   a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (Sejuc) fica sem espaço para construir a unidade prisional e, caso não reverta a situação num curto intervalo de tempo, o Estado perderá mais R$ 14,6 milhões repassados pelo Ministério da Justiça a fundo perdido para financiamento da obra.

O Decreto nº 2.343/2015, assinado por Antônio Peixoto na sexta-feira passada, revoga “todos os Atos Administrativos ou Termos de Cessões, acaso existam, especificamente pertinentes à Construção da Cadeia Pública ou do CEDUC Metropolitano no território do Município de Ceará Mirim/RN”. Ele argumentou, no documento, que “a dúvida levantada e a repercussão no município sobre a Construção da Cadeia Pública ou de um Presídio, bem como, as intenções do Estado do Rio Grande do Norte em construir Ceduc Metropolitano nos limites territoriais” da cidade, culminaram na revogação da doação do terreno. 

Com isto, o Governo do  Estado deverá travar uma batalha jurídica para, num intervalo de tempo inferior a 60 dias, rever a titularidade do terreno. O limite para uso do recurso federal - com início da obra - é até o dia 30 de junho. Em seis anos, por falta de projetos, recursos para contrapartidas e atrasos em execuções, o Estado devolveu ao Ministério da Justiça, aproximadamente R$ 24 milhões. No terreno em questão, está prevista a construção de uma penitenciária ao custo aproximado de R$ 18 milhões. 

Numa Audiência Pública polêmica realizada ontem na Assembleia Legislativa, o prefeito de Ceará-Mirim, Antônio Peixoto, reiterou sua indignação com a escolha do município para sediar a casa carcerária e disse não estar arrependido de ter decretado a anulação da doação do terreno. “O terreno foi inicialmente desapropriado para a construção de um matadouro, que não foi aprovado pela Emater. Depois, mantivemos a doação ao Estado para a construção de uma Cadeia Pública com 60 vagas. O Governo do Estado agiu de má fé e mudou o projeto”, asseverou. O juiz de Execuções Penais, Henrique Baltazar, criticou a gestão do Sistema Prisional potiguar e foi enfático ao dizer que se o presídio não for construído “o Estado perderá, novamente, os recursos”. 


A secretária de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Kalina Leite, criticou a negativa da construção da unidade em Ceará-Mirim  e se mostrou surpresa com a decisão do prefeito. “Até poucos dias atrás, a Prefeitura de Ceará-Mirim era nossa parceira neste projeto”, reclamou. Sob vaias, o titular da Sejuc, Edilson França, afirmou que “as reclamações relativas à construção do presídio em Ceará-Mirim chegaram na hora errada”. Ele assegurou a regularidade na documentação que oficializou a cessão do terreno, afirmando desconchecer a revogação da doação. “O presídio de Ceará-Mirim tornou-se irremediável”, frisou França. 

A plateia que acompanhava a Audiência Pública, formada basicamente por moradores de Ceará-Mirim, afirmava que a cidade é carente de indústrias e empregos e não aceita uma penitenciária. Após ser mais uma vez vaiado, Edilson França deixou a tribuna do Plenário da Assembleia Legislativa argumentando que não debateria “com pessoas mal educadas”. 

O procurador-geral do Estado, Francisco Wilkie Rebouças, foi procurado para comentar quais medidas jurídicas serão tomadas para reverter a situação, mas não foi localizado. A Secretaria de Comunicação Social do Governo do Estado também foi procurada para se posicionar oficialmente sobre o caso, mas não enviou resposta até o fechamento desta edição. Os deputados estaduais deverão convocar o governador Robinson Faria para uma reunião sobre o assunto. A data do encontro, porém, ainda não foi confirmada.

Cadeia de Ceará-Mirim

A Lei Municipal nº 1.502/2008 foi promulgada pela então prefeita de Ceará-Mirim, Edinólia Melo. No terreno, de 20 mil metros quadrados, será ou deveria ser construída uma penitenciária com 603 vagas para detentos do Regime Fechado.



segunda-feira, 27 de abril de 2015

QUER PERDER PESO





HUMOR QUASE REAL





LEGADO DA COPA

Aeroporto internacional de São Gonçalo sem telefone

O Aeroporto Internacional Aluizio Alves, localizado em São Gonçalo do Amarante, é o único do Brasil que não disponibiliza de telefones públicos para seus frequentadores.


MAIS UMA NOVIDADE PARA O SELFIE

foto_penis


AGORA VAI

Nova moda no Instagram é tirar foto do pênis escondido entre as pernas


Selfie na academia, no banheiro, na cama, pós-sexo. Nas redes sociais, quase tudo é permitido nos dias de hoje. Mas uma nova onda parece ter deixado para trás todas essas formas, digamos, mais ‘caretas’ de se expressar pela internet.
Usando a hashtag #mangina, homens postam fotos em frente ao espelho, com as pernas fechadas e o órgão sexual escondido. O resultado é um aspecto bem semelhante ao de uma vagina.


PRESÍDIO

IMG000000000069823


Empresa é definida, e cadeia Pública de Ceará-Mirim será construída em maio


O Diário Oficial do Estado, do dia 25, traz o resultado da contratação para a construção da Cadeia Pública da comarca de Ceará-Mirim, referente ao ato normativo nº 001/2015-SIN.

A empresa M & K Comércio e Construções LTDA foi à vencedora da seleção no valor R$ 14.745.048,09 do convênio do Governo Federal e contrapartida do Governo do Estado no valor de R$ 3.143.738,00. As obras estão previstas para começar em maio.

Estrutura Cadeia Publica de Ceará-Mirim

A unidade prisional terá capacidade para 603 internos, divididos em três pavilhões, com 24 celas cada. A cadeia terá uma área construída de 5 753,10 m², e contará com alguns módulos especiais para: ensino, saúde, visitas íntimas, tratamento de dependência química e carceragem adaptada para pessoas com deficiência física. O Projeto da unidade foi doado pelo Estado do Pará e está de acordo com todas as especificações do Ministério da Justiça.

A cadeia é uma parceria entre o Ministério da Justiça e o Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania – Sejuc e a Fiscalização da Secretaria de Estado da Infraestrutura – SIN.




GLOBO FC


Pedro Albuquerque deve permanecer no Globo para a Série D do Brasileiro. Ano passado a campanha da Águia foi ruim – eliminado pelo Jacuípense –  e este ano se não qualificar o elenco o risco de repetir o fracasso do ano passado é claro.

Time de Ceará-Mirim tentou contratar atacante Felipe Moreira, mas não houve acerto financeiro.



NOTAS DO ESTADO

ANIVERSÁRIO
A recente festa de aniversário do vereador de São Gonçalo, Alexandre Cavalcanti, já sinalizou para o que pensa e o que quer a família Cavalcanti no pleito de 2016 em São Gonçalo do Amarante.
VOTAÇÃO
Esta semana os deputados votarão em segunda discussão o orçamento impositivo. O projeto de lei é de autoria do deputado Agnelo Alves.
ASSINATURA
Esta semana o prefeito de Natal Carlos Eduardo assina a nomeação do empresário Fred Queiroz para titularidade da Secretaria de Turismo.
IMPRESSORA
A Prefeitura de Tenente Laurentino Cruz assinou dois contratos para compra de toner original e remanufaturado. Juntos, os dois contratos somam quase R$ 110 mil.

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA

CEARÁ-MIRIM SEM PORTAL DA TRANSPARÊNCIA

ABSURDO ! ! !

MPRN_RN_Municipios_portal_transparencia_A3



INSTITUCIONAL

CEARÁ-MIRIM
SISTEMA TARIFÁRIO DO SAAE
PREFEITURA DE CEARÁ-MIRIM ATRAVÉS DE DECRETO MUNICIPAL REGULAMENTA O SISTEMA TARIFÁRIO DOS SERVIÇOS PRESTADOS PELO SAAE

A Prefeitura de Ceará-Mirim, publica Decreto Municipal, que dispõe sobre o regulamento do sistema tarifário dos serviços prestados pelo Serviço Autônomo de Água e Esgotos-SAAE.

De acordo com o Decreto, a medida está sendo adotada, em consideração à necessidade de correção monetária para o ano de 2015, em função do índice do IBGE/IPCA referente à base de 2014, que ficou em 6,41%.
O que significa dizer, que a medida está sendo aplicada para recompor a inflação do ano de 2014, que foi de 6,41% de acordo com índice medido pelo IBGE/IPCA

O documento também considera a necessidade de equilíbrio econômico-financeiro dos referidos serviços.

O Decreto, de nº 2.338 de 13 de abril de 2015, estipula que o valor da tarifa a ser  cobrada dos usuários do sistema, passa a vigorar na forma da tabela que segue em anexo.



domingo, 26 de abril de 2015

HUMOR

Ministério




MAIS PRESÍDIOS

Robinson Henrique

Henrique Alves estaria querendo abraçar Robinson Faria de olho em Alcaçuz e demais presídios do RN


Fala-se nos bastidores da política otiguar que o candidato derrotado ao governo do RN, ex-deputado e ministro do Turismo, Henrique Alves está doidinho para fazer as pazes com o governador, Robinson Faria e votarem a serem grandes amigos.
O motivo do interesse é a possibilidade do governo do estado optar em terceirizar os presídios estaduais. Falam que o sócio de Henrique Alves na InterTV Cabugi, Fernando Camargo,  estaria de olho querendo ganhar o contrato.
Diante da situação caótica dos presídios existe alguns sabidos que defendem a tercerização como solução para administração das unidades prisionais.  As quentinhas já foram terceirizadas, e parece que a alimentação foi um dos fatores das revoltas do presos.
Comenta-se que o RN gasta algo em torno de R$ 3 mil por preso/mês.


PRESÍDIO NA CIDADE

Cadeia Pública de Ceará-Mirim irá custar mais de R$ 17 milhões


Foi publicado na edição deste sábado (25) do Diário Oficial do Rio Grande do Norte o nome da empresa que vai construir a Cadeia Pública de Ceará-Mirim, município de Grande Natal. A construtora M&K Comércio e Construções Ltda. venceu a licitação com uma proposta de R$ 17.840.541,67, cerca de R$ 3,2 milhões a mais do que o recurso previsto para o serviço, oriundo da União.
O despacho convocando a empresa para assumir o serviço foi assinado pelo secretário-adjunto da Secretaria de Justiça e Cidadania do RN (Sejuc), Omar Romero de Medeiros Sobrinho. De acordo com a Edilson França, titular da pasta, as obras devem ser iniciadas no dia 30 de junho deste ano.
Como será a cadeia
A Cadeia Pública de Ceará-Mirim terá capacidade para 603 internos. Serão três pavilhões, com 24 celas cada. A casa carcerária terá área construída de 5.735,10 metros quadrados e contará com alguns módulos especiais, tais como: Ensino, Saúde, Visitas Íntimas, Tratamento de Dependência Química e Carceragem adaptada para pessoas com deficiência física, conforme projeto aprovado pelo Ministério da Justiça. O projeto da unidade foi doado pelo Estado do Pará e está de acordo com todas as especificações do MJ. A obra é financiada pelo Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) e será fiscalizada pela Secretaria de Estado da Infraestrutura.

INDO PRA FINAL

ABC vence o Globo


Com gols de João Paulo e Wellington Bruno, o ABC venceu o Globo por 2×1, com André marcando para a Águia.

Com este resultado, o ABC manteve 100% de aproveitamento e leva a decisão do titulo para o Frasqueirão, enquanto o Globo confirmou vagas na Copa do Brasil do ano que vem e na Série D deste ano.


América vence o Alecrim


Foi bom o primeiro tempo de América e Alecrim, com vitória do time rubro por 1×0 gol de Júnior Timbó que vem crescendo jogo a jogo. Uma primeira parte de jogo equilibrada, com o Alecrim chegando com perigo em pelo menos três oportunidades nos contra golpes, com Quirino, Hugo e Felipe Moreira.
Na segunda etapa o rendimento do América caiu, e permitiu que o Alecrim chegasse com perigo,diminuindo com Quirino em uma falha de Busatto.

Junior Timbó o destaque do jogo, ganhando ritmo e crescendo de produção, marcou um, colocou bola no travessão.



OBRA PARADA


Semiaberto totalmente abandonado


Ao longo de cinco anos, o Governo do Rio Grande do Norte desperdiçou a aplicação de aproximadamente R$ 24 milhões disponibilizados pelo Ministério da Justiça na restruturação e ampliação do Sistema Prisional. Não bastasse a devolução desta monta que equivale a 30,88% do orçamento da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejuc) para o exercício 2015, outros R$ 353.023,37 do orçamento próprio da pasta, que foram consumidos na construção da Casa de Albergue de Natal, se transformaram em ruínas sem nenhum apenado cumprir sentença no local. 

Com mais de 50% da obra pronta, equipamentos eletroeletrônicos comprados e com a promessa de desafogamento do Complexo Penal Dr. João Chaves em até 50%, a Sejuc abandonou a obra após protestos dos moradores do bairro Bom Pastor, zona Oeste da capital, onde está o terreno de 3.638 metros quadrados no qual o prédio foi erguido na década de 1980. Na Casa de Albergue de Natal deveriam pernoitar até 300 homens em cumprimento de pena no Regime Semiaberto (quando apenas dorme na unidade prisional e passa o dia trabalhando, teoricamente). Abandonado, o prédio foi saqueado e está destruído. Hoje, serve como ponto de consumo de drogas e prostituição.