sexta-feira, 2 de agosto de 2013

NOVIDADES ! ! !


O poder público municipal tem que dar uma atenção toda especial ao turismo de nossa cidade.
O turismo hoje em nosso país é a indústria que mais fomenta o emprego e renda em nossa sociedade.

Chega à Câmara Municipal Projeto de Lei que cria a Escola Municipal Professor Alberto Nicácio da Costa Barbosa.
Homenagem mais do que justa, pois o professor "Betão" como era mais conhecido ajudou a formar várias gerações em nossa cidade.

Com luta do Edil Jácio Praxedes a localidade do Quilombo em Capela será beneficiada com a chegada da água fornecida pelo SAAE.

"O melhor governo é aquele que cuida bem das pessoas."

Comenta-se pelas rodas de conversas em nossa cidade que o portal da transparência da Câmara Municipal não informa nem transparece quase nada.

A briga está feia pela palavra na tribuna da câmara municipal, tem edil acordando de madrugada para fazer sua inscrição e garantir seu tempo na tribuna.
São inscritos sete vereadores para uso da tribuna por sessão.

Será que o IDHM de Ceará-Mirim foi calculado certinho.
Melhoramos na educação.
Melhoramos na moradia.

A secretária de Saúde do município de direito chama-se Elaine, mas a secretária de fato é Jumária Mota.

Grande discussão no plenário da câmara municipal sobre a construção do cemitério de Rio dos Índios. Falaram que a administração de Edinólia Melo fez a doação do material de construção e um morador local doou o terreno.
A outra parte argumenta que o Prefeito Peixoto prometeu fazer a obra.
Mas um observador político do baixo vale diz que a construção do cemitério foi trocada por um emprego na administração pública por um ex-vereador.
Diante da briga política só quem sofre é a população.

Mais uma vez o jornalista Oliveira Wanderlei foi criticado por suas notas no Jornal Metropolitano.

Quem mora em natal e tem casa de veraneio em Muriú, quando se desloca para a praia vai pela BR 101, sem passar pela sede do município.
Para criticar a cidade, a população e a classe política tem que vir em nossa cidade, conhecer os reais problemas e ver quem realmente está trabalhando para construir um futuro melhor para nosso município.

Em obras em nossa cidade só tenho a dizer uma coisa:
"O transtorno é passageiro, mas o benefício é para sempre."