sexta-feira, 3 de março de 2017

ITEP LOTADO DECRETA NOVA NORMA

Resultado de imagem para Polícia técnica do RN

Polícia técnica do RN só vai guardar corpos não identificados por 10 dias

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) decidiu que só vai guardar corpos não identificados por até 10 dias. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (02) no Diário Oficial do Estado.

Findo o prazo, o Itep prosseguirá com a liberação e encaminhamento do cadáver não reclamado ao município do local do óbito, para que sejam tomadas as providências para o sepultamento em cemitério”, diz trecho da publicação.

Até a semana passada, o órgão acumulava mais de 30 corpos sem identificação. Com as câmeras frias superlotadas, muitos cadáveres e ossadas estão ensacados no chão do pátio ou expostos ao sol.

Segundo o diretor-geral do Itep, Marcos Brandão, antes deste decreto o Itep ficava com os cadáveres não reclamados por no mínimo 45 dias. A falta de vagas nos cemitérios públicos vem impedindo que os corpos sejam retirados do órgão, o que vem causando acúmulo de corpos.



LEI EM BENEFÍCIO PARA AGENTES DE SEGURANÇA PÚBLICA

Resultado de imagem para AGENTES DE SEGURANÇA

LEI EM BENEFÍCIO DE AGENTES DE SEGURANÇA É PROMULGADA

A Lei que concede isenção de ICMS na compra de arma de fogo por policiais civis e militares, agentes penitenciários e guardas municipais (lei nº 10.180/2017) foi promulgada pela mesa diretora da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte em 21 de fevereiro deste ano. 

Em um primeiro momento, o projeto foi vetado pelo governo estadual, mas recebeu o aval do plenário da ALRN, no último dia 15 de fevereiro, para ser promulgada e entrar definitivamente em vigor.



SERÁ QUE VIRÁ NOSSA COMPENSAÇÃO

Resultado de imagem para kelps lima

Kelps Lima diz que Governo deve compensar municípios que sediarão presídios

O deputado apresentou duas sugestões para que o Governo possa instalar presídios nos municípios sem a reação das populações.

“Primeiro item é a segurança e o governador tem que garantir que não haverá fugas; e o segundo item diz respeito a compensações, através de investimento superior ao que está sendo investido em presídio”, reforçou o deputado.



FALTA CONFIANÇA NO GOVERNO

Resultado de imagem para NA BOCA DO POVO

NA BOCA DO POVO

A folgança foi ótima pra todos, exceto para o presidente da República, que ouviu entoar em todo o país um "Fora Temer".

Mas isso a grande mídia não fez ecoar em seus noticiários.


ESCOLAS DE SAMBA DO RN

balanço do morro

BALANÇO DO MORRO É BICAMPEÃ

A apuração ocorreu nesta quinta-feira no auditório do Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, na Praça Augusto Severo, Ribeira.

A Escola de Samba Balanço do Morro consagrou-se bicampeã do grupo especial de Natal no Carnaval Multicultural deste ano. A apuração ocorreu na tarde desta quinta-feira (02), no auditório do Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão, na Praça Augusto Severo, Ribeira, sob a responsabilidade do secretário Municipal de Cultura, Dácio Galvão. O desfile das campeãs será no próximo sábado, dia 4, na avenida Duque de Caxias, a partir das 19h.

Resultado de imagem para IMPÉRIO DO VALE
Escola de Samba Império do Vale (arquivo)

No grupo B das Escolas de Samba, a vencedora foi a Águia Dourada, com 109,7 pontos. Ela participará no próximo ano do desfile do grupo especial. A segunda colocação do grupo B ficou com a Grande Rio do Norte, com 104,5 pontos e o terceiro lugar ficou com a Império do Vale de Ceará-Mirim que fez 98,6 pontos, segundo avaliação da comissão julgadora.

PORTAL AgoraRN


CAMPEONATO ESTADUAL 2017

Resultado de imagem para FUTEBOL POTIGUAR RN 2017

A decisão de domingo na Arena das Dunas

Ele pode errar, mas em tese, a decisão do turno do Estadual, domingo entre ABC x Globo está em boas mãos. Caio Max é hoje o melhor árbitro da CEAF e um dos melhores da Comissão Nacional de Arbitragem.

ABC solicitou exame antidoping para a decisão de domingo. Direito do clube, não tem o que discutir, a não ser o investimento na ordem de 4 mil reais, uma despesa a mais e cujo pagamento deve ser feito de forma antecipada.

No Globo, atacante Romarinho está fora do confronto de domingo, vetado pelo Departamento Médico. Treinador Luizinho Lopes faz mistério sobre a definição da equipe. Ainda tem dois dias para trabalhar a Águia.

No ABC, será que Geninho segue com Nando como titular do ataque? Depois da atuação de quarta-feira contra o Audax e com a torcida já começando cobrar mais forte do jogador, penso que Caio Mancha seria a melhor opção.

E o público de domingo para ABC x Globo na Arena? É decisão que vale metade do calendário para 2018. ABC tem vantagem de jogar pelo empate, a renda dividida na proporção de 60% a 40%.

BLOG DO MARCOS LOPES



quinta-feira, 2 de março de 2017

SÃO AS ÁGUAS DE MARÇO

NESTE MOMENTO MUITA CHUVA EM NOSSA CIDADE





A VERDADEIRA SURUBA

Resultado de imagem para O SENADO É UMA SURUBA

Aos amigos, foro
Aos inimigos, a 13ª vara de Curitiba

A licença de Padilha cria mais uma jabuticaba nacional. Com efeito, Temer já tinha anunciado isso recentemente. A figura do "ministro licenciado" é um estratagema para o cidadão sair do foco, mas manter o foro privilegiado.

E o ocupante do cargo interinamente, tem também o foro ???

Quer nos parecer que sim e, senão, pelo menos a briga é boa. Ou seja, pra cada ministério Temer terá dois foros. Por tudo isso, com razão o senador: é uma suruba.



ZAP ZAP PODE GERAR DANO MORAL

Resultado de imagem para COMPARTILHAR NO ZAP

CUIDADO COM O QUE COMPARTILHA

Comentários ofensivos em grupo de WhatsApp geram dano moral.

A 5ª câmara Cível do TJ/RS manteve condenação de um homem por denegrir moralmente mãe e filha num grupo do aplicativo.



SE ELE RECEBE, TEM QUE PAGAR

Resultado de imagem para DEVER DO CONDENADO

DEVER DO CONDENADO

É dever do condenado indenizar a vítima ou seus sucessores. A partir da regra prevista na lei de execução penal, o promotor de Justiça Luciano Gomes de Queiroz Coutinho, que atua no parquet da paulista Piracicaba, requereu ao juiz de Direito da vara da Fazenda Pública do município, Wander Pereira Rossete Junior, que o cientifique acerca das ações ajuizadas por presos com pedido de indenização ao Estado por más condições carcerárias.

O objetivo é assegurar que as quantias pagas aos condenados sejam, primeiramente, utilizadas para indenizar as vítimas de seus crimes.



PARA PENSAR

Resultado de imagem para DÍVIDA

"Nada há mais mercantil do que a dívida, todo o comércio quase baseia-se sobre ela."

Joaquim Nabuco



AGORA O BRASIL RECOMEÇA

Resultado de imagem para Folia e liberdade

Folia e Liberdade 

Para muitos, é impossível mensurar os amantes da folia, folia é liberdade. Mas nada é mais enganoso do que a liberdade. Só é absolutamente livre o que é inviolável. Apenas nosso, inatingível por meios externos. Nosso íntimo profundo, quando não nos dedicamos a brigar com ele. Todo o mundo exterior é transitório ou precário. E "o precário nunca é inteiramente livre; está sempre em perigo de invasão, sempre tremendo, sempre armado ou desejando estar armado, e a preocupação com o perigo é incompatível em que tão somente pode se dar a realização de qualquer coisa que valha a pena ser obtida por si mesma." (Berlin). 

Não é liberdade a folia que já corre solta no Brasil, mas para muitos é coisa muito boa. Ninguém tem o direito de censurar ninguém ou julgar. Que atire a primeira pedra. Porém, também ninguém deve ser compelido, por hábitos dos próximos, a foliar. Não gostar do carnaval é um direito pessoal inalienável, e se o noivo ou a noiva separarem-se por isso, é porque estavam fadados ao fracasso. 

Alguma - não diríamos toda - razão têm aqueles que ficam a lembrar o "carnaval de antigamente", das marchinhas rimadas, literariamente aproveitáveis, muitas delas. Nas entrelinhas estavam, contudo, de mãos dadas com o conservadorismo da sociedade brasileira. 

A música tem, sim, muito a ver com a felicidade e o desenvolvimento dos povos. Não é sua causa, mas seu efeito. Antiga tradição chinesa, lembra Borges, dizia que as músicas ritmadas, as nossas clássicas e orquestradas, com as devidas ressalvas, indicavam uma sociedade que rumava à felicidade, enquanto os simples barulhos expressavam decadência. Creio nisso. 

Muitas vezes é preciso fazer barulho. Bater panelas não é melhor que as atuais marchas de carnaval. E foi importante para o Brasil. Não se conquista a liberdade com as folias de momo, porque efêmeras. Mas erradicam-se os engulhos e o que deve sair para fora sai, pelos menos por horas ou dias.         

A consciência do brasileiro nunca precisou tanto de paz. Não a paz dos cemitérios, mas, além da folia, pode ser a paz da meditação, da oração, das conjecturas, dos sonhos de um noite bem dormida. Somos todos diferentes; nem sabemos se uma parte é filha do "homo sapiens" e outra dos neandhertais, misturados, para tortura de dogmas religiosos. 

Amadeu Roberto Garrido de Paula, é Advogado e membro da Academia Latino-Americana de Ciências Humanas.